História

bsb4

A Feira da Torre situava-se aos pés da torre de TV, em Brasília, onde funciona aos finais de semana desde 1970. Apesar do que insistem em dizer alguns jornais, a feira da torre tem tudo que uma boa feira que se preze deve ter. Lá você pode saborear iguarias como o adorável pastel com caldo de cana, pamonhas e até comida baiana, por quantias módicas.

A Feira da Torre situava-se aos pés da torre de TV, em Brasília, onde funciona aos finais de semana desde 1970. Apesar do que insistem em dizer alguns jornais, a feira da torre tem tudo que uma boa feira que se preze deve ter. Lá você pode saborear iguarias como o adorável pastel com caldo de cana, pamonhas e até comida baiana, por quantias módicas.

Na feira, pode-se encontrar barracas de artesanato, móveis (muito bonitos, diga-se de passagem), bijuoterias e roupas, entre outras coisas. As roupas em estilo tie-dye, outras feitas tecidos leves e coloridos ou de algodão, misturam-se à profusão de acessórios de madeira e sementes, entre alguns feitos de metal, e são em termos os responsáveis pelo apelido de feira hippie que a feira da torre ganhou.

A feira da Torre é parte importante das memórias de infância. Ir para lá soltar pipa, comprar um catavento, roupas de bonecas ou miniaturas de móveis que, eventualmente, serviam para essas mesmas bonecas se conjuga às outras fases da vida, como aquela em que se vai à feira para comprar roupas e acessórios que vão ajudar a marcar sua identidade de adolescente em Brasília. E não para por aí. Sempre se pode ir lá comprar móveis para a casa, ou retornar aos seus próprios tempos de infância indo comprar brinquedos para seus filhos, sobrinhos ou filhos de amigos queridos. A Feira da Torre atravessa as gerações e a história de vida daqueles que, assim como eu, são filhos dessa capital.

Clique aqui para ver as fotos da Antiga Feira da Torre de TV

(escrita em colaboração com Patrícia Nardelli)

Esta matéria é um complemento à matéria do xará Daniel Cariello, escrita em 2006.

Veja esta matéria na íntêgra no site Overmundo, clicando no link abaixo.

Fonte: Site Overmundo